Encontrar uma garota

A triste história do meu primeiro relacionamento sério.

2020.11.26 04:33 _9nove A triste história do meu primeiro relacionamento sério.

Aqui é o nove 9 sou novato aqui , mas pela primeira vez encontro um lugar como esse para desabafar com a opinião das pessoas, fiz um post falando do meu relacionamento com uma garota de programa e foi ótimo, então vou por essa história para fora.
Sempre fui uma pessoa anti social complicada de se lidar então meus relacionamentos não eram muito bons e eu sabia disso, tentei não ficar chateado e fui agindo diferente para mudar isso, não me considero feio em aparência (e nem bonito) mas sempre tento me cuidar penteando o cabelo cuidando da barba e andando bem vestido nisso com perseverança consegui ficar com algumas garotas mas em relacionamento muito raso de um dia.
Até que um dia a conheci, ela era irmã de uma amiga minha eu não senti nada a princípio, mas ela me tratava muito bem, agt conversava sobre diversas coisas e éramos bem diferentes, mas ela era tão compreensiva e me fazia sentir que nada aquilo importava eu sabia que isso não era comum e obviamente suspeitei, nunca nenhuma garota gostou de min era sempre eu que gostava das garotas.
Até que um dia agt saiu e nesse dia em vez de comprimentar com um beijo na bochecha na hora de ir embora como sempre faço eu me deixei levar e fui beijar a boca dela (na manha caso ela não quisesse ela desviava) e ela deixou e foi mt bom. Daí ja começamos a namorar.
1 ano depois estava feliz com ela agt tinha até feito sexo porém acho que ela não estava feliz comigo, ela começou agir estranho brigava por qualquer coisa fazia pirraça e até me proibia de me encontrar com meus amigos e eu gado apaixonado obedecia sem questionar. até que um dia ela sumiu e não me retornava fiquei com medo que tivesse acontecido algo, só pra depois ela terminar comigo via wpp e nein me falou o pq.
1 semana depois... ela tava com outro
1 mês depois .... grávida
Pqp não sei o que pensar na época tentei o máximo possível esquecer apelei até pro álcool era uma dor mt forte.
Será que ela me traiu? Pq ela fez isso? Ela realmente gostava de min? Perguntas que martelava na minha cabeça.
Todos os momentos bons com ela viraram dor.
Conclusão: Acho que como as coisas tá agora só vou ter alguém pra amar se eu pagar, depois disso nunca mais me relacionei com garotas até tentei mas sem sucesso. não tenho espectativa para minha vida amorosa talvez viva só, mas o foda é que uma compania feminina realmente faz falta e te deixa carente, até quando uma garota qualquer fala comigo a coisa mais trivial que for, me traz esta sensação.
Uma companhia feminina é realmente necessária?
é possível viver sozinho e feliz?
Desculpa pelo texto enorme precisava por isso pra fora, obrigado a todos que leram.
Sinceramente - 9 nove.
submitted by _9nove to desabafos [link] [comments]


2020.11.25 22:25 altovaliriano A nova face de Arya Stark

Texto original: https://radiowesteros.tumblr.com/post/91445666263/aryas-new-face-jeyne-poole
Autores: Lady Gwynhyfvar e Yolkboy
Título original: Arya’s New Face – Jeyne Poole?
O texto abaixo é uma tradução.
Os trechos de Os Ventos do Inverno foram retirados da tradução feita pelo Portal Gelo & Fogo.
--------------------------------
É difícil prever o que o futuro reserva para Arya, mesmo depois de ler o capítulo Mercy de Os Ventos do Inverno. Com tão poucas pistas para seguir, pode valer a pena usar a lógica narrativa para reunir ideias e, em seguida, ver se o texto as corrobora.
A identidade é um tema enorme nestes livros para muitos personagens, mas é especial no caso de Arya, que teve dezoito nomes e personas diferentes até agora. GRRM gosta de abordar a questão da identidade de todos os ângulos, e cada livro revela uma nova camada sobre o tema – desde personagens renascidos com seus ‘eus’ alterados até Bran entrando em Hodor. A identidade está tão ligada ao arco de Arya que pode ser uma boa ideia refletir sobre como GRRM pode avançar sua história promovendo este tema – levando Arya e identidades a um novo nível.
Junto aos homens sem Rosto, Arya vem usando faces de mortos, de modo que parece provável que sua associação a novas identidades aconteceria neste contexto. É interessante ponderar qual novo rosto Arya poderia acabar usando, especialmente quando retornar a Westeros, o que não apenas avançaria o tema da identidade, mas também forneceria as mais intrigantes oportunidades narrativas. Inquestionavelmente, a mais poética identidade que Arya poderia adotar (e que melhor conviria às dinâmicas de uma história fascinante) seria a da "falsa Arya" - Jeyne Poole. Depois de examinar A Dança dos Dragões e os capítulos liberados de Os Ventos do Inverno, a oportunidade de Arya usar o rosto de Jeyne parece absolutamente plausível.
Pra começar, os Homens Sem Rosto de Braavos precisariam obter o rosto de Jeyne, o que exigiria que ela fosse para Braavos em um futuro próximo. Em ADWD, Jon acredita que Arya havia chegado à Muralha. A verdade, era Alys Karstark. Mas antes de perceber isso, Jon pensa que sua 'irmã' "não estará a salvo" e que "a Muralha não era lugar para uma mulher, muito menos uma garota de nascimento nobre".
Sua primeira ideia para manter a garota segura é mandá-la para Braavos com o representante do Banco de Ferro:
Ela poderia ir para Bravos com Tycho Nestoris
Tycho está voltando para Braavos, e há lógica em enviar 'Arya' para longe de Westeros e da Muralha. Para a Cidade Livre mais próxima, um lugar relativamente seguro e civilizado ainda intocado pela guerra. Alys se aproximando da Muralha em um cavalo moribundo é um claro paralelo com Jeyne Poole, que em Os Ventos do Inverno está fazendo exatamente a mesma coisa. Ainda mais intrigante é que ela já está na companhia de Tycho Nestoris, que planeja seguir para Braavos com Justin Massey assim que chegarem à Muralha.
Stannis assentiu. “Você escoltará o banqueiro bravosiano de volta à Muralha. Escolhaseis bons homens e leve doze cavalos.” [paralelo com Alys em seu cavalo moribundo]
...
O rei não se divertiu. “Quero que tenha partido antes do meio-dia, sor. Lorde Bolton pode estar sobre nós a qualquer momento, e é imperativo que o banqueiro retorne a Braavos. Deverá acompanhá-lo para além mar estreito.”
...
Oh, e leve a menina Stark com você. Entregue-a ao Senhor Comandante Snow no caminho a Atalaialeste.”
Após o assassinato de Jon, é muito provável que a Muralha se torne mais perigosa do que nunca. Alysane Mormont está acompanhando (f)Arya. E parece muito improvável que ela abandone a jovem (que ela acha que é Arya Stark) em circunstâncias tão perigosas. A escolha mais lógica, que já poderia ter sido prenunciada pelos pensamentos de Jon […], seria mandá-la para Braavos.
Se (f)Arya for para Braavos, ela então precisaria 'suplicar a dádiva' na Casa do Preto e Branco para que os Homens Sem Rosto tomassem sua face. Pelo que sabemos de Jeyne, isso seria completamente plausível. Ela parecia uma garota feliz no início dos livros, então foi forçada a se prostituir e, em seguida, sofrer abusos horríveis e indizíveis nas mãos de Ramsay Bolton. Embora ela tenha escapado, seu tormento interior não está nem perto de ser resolvido. No capítulo liberado de Theon, percebemos que Jeyne deve continuar a se passar por Arya – ela está presa na pior crise de identidade imaginável. Jeyne não consegue se livrar do passado: ela é forçada a ser alguém que não é, alguém que realmente sofreu. Vemos como isso a afeta:
"Jeyne Poole chorara por todo o caminho de Winterfell até aqui, chorara até que o rosto ficar púrpura como uma beterraba e as lágrimas congelarem nas bochechas, e tudo porque ele dissera que ela devia ser Arya"
Este tormento psicológico não é a única fonte de dor de Jeyne. No capítulo liberado, o nariz dela está congelado:
"Quando a ponta do nariz dela ficou escura pelo congelamento, e um dos cavaleiros da Patrulha da Noite lhe dissera que ela poderia perder um pedaço dele, Jeyne chorara por isso também."
Jeyne está chorando sem parar, sua mente está em ruínas e seu rosto está prestes a ficar desfigurado. Esta é uma garota que era amiga de Sansa, e provavelmente sempre imaginou se tornar uma jovem atraente conforme crescesse. Ela afirma em A Dança dos Dragões que sempre foi bonita.
Então Jeyne Poole tem dois grandes motivos para visitar a casa de Preto e Branco e pedir "a dádiva", caso ela vá a Braavos. Isso forneceria aos Homens Sem Rosto um rosto muito valioso – e, a GRRM, abundantes oportunidades narrativas para Arya.
Theon garante a Jeyne que "ninguém" vai se importar com a aparência de Arya. No capítulo Mercy, vimos com a frase de Raff ("Está cega, menina?") que GRRM gosta de jogar com o nome de Arya, e esta seria outra de suas peças, usando a palavra 'ninguém':
"Ninguém vai se importar com a aparência de Arya, desde que ela seja herdeira de Winterfell,” ele garantiu.
Se Arya usar o rosto de (f)Arya e retornar a Westeros, o potencial narrativo é realmente fascinante. As possibilidades que essa situação traria são quase infinitas. Contudo, Arya aparecer como Jeyne e depois encontrar Sansa provavelmente seria o ápice em termos de dinâmica. GRRM teria feito o tema da identidade chegar a um novo nível. Jaqen H'ghar posando como Pate nos mostrou que tomar um rosto é uma sedução [glamour] corporal completa, em vez de apenas usar um rosto. E com a logística e citações textuais fornecidas aqui, não vemos nenhuma razão pela qual Arya Stark não poderia um dia se tornar (f)Arya Stark.
(Tema discutido no Episode 01: Arya- A Gift of Mercy do Radio Westeros)
submitted by altovaliriano to Valiria [link] [comments]


2020.11.24 17:17 gaofeizinho Eu não consigo me livrar do meu passado e estou ficando cada vez mais sozinho

Meus dois últimos relacionamentos foram as piores experiências da minha vida, em ambos eu fui traído e acabei igual um otário kkk mas vamos por partes
Em 2018 conheci uma garota muito legal, eu tinha acabado de me mudar pra São Paulo e estava encarando os horrores de uma nova escola e ela me apresentou muitos amigos e me ajudou a encontrar um lugar e não ficar me sentindo solitário na escola, nosso relacionamento era bom, mas ambos tínhamos alguns problemas pessoas e a família dela realmente me odiava, mas como bons adolescentes idiotas pensamos que iamos conseguir continuar e tentamos, bem pelo menos eu... Depois de meses de namoro comecei a desconfiar, eu tinha um "melhor amigo" e ele era muito próximo de nós dois, mas eu tbm conhecia a namorada dele então achei de boa(Grande erro) meus outros amigos me avisaram mas eu tava com medo de ser verdade então tentei negar, em fim, aconteceu guys.
Numa festa eles dois ficaram juntos, e eu vi então não tinha mais como negar, naquele momento todas as vezes que ela tinha me dito que era pra eu confiar nela passaram pela minha cabeça e eu percebi o quanto fui otário.
Uma amiga minha próxima se suicidou e eu sofri muito com isso, mas não tinja ninguém com quem conversar então sempre guardei isso pra mim. Por muito tempo me senti sozinho e não busquei mais amizades duradouras ou bons relacionamentos.
Aconteceu praticamente a mesma coisa no outro namoro, mas ela pelo menos terminou antes de eu poder ter certeza de algo kkkk mas uma semana depois tava namorando então fds
Já conheci inúmeras pessoas incríveis mas não consigo começar uma relação saudável porque eu não consigo confiar em ninguém, muitas pessoas se afastaram e fiquei me sentindo sozinho...MAS conheci alguns amigos bons e em particular a Gabi, que é minha melhor amiga, ela me ajudou muito e sempre ficou do meu lado, nunca conheci alguém que me confortasse tanto e me desse tanta paz, a gente joga junto, assisti filmes, séries, animes e conversamos sobre os livros que lemos. É alguém que me faz bem e que me salvou nessa quarenta, porque viver com minha família não é um bom ambiente pra me abrir.
Mas infelizmente acho que acabei me apaixonando por ela, eu acho que o problema sou eu e eu só sou um cara carente e patético... eu não consigo dizer pra ela oq sinto porque tenho medo de ser rejeitado e também medo de passar por tudo aquilo de novo, eu não consigo mais conversar com a gabi e acabei me afastando por causa do medo, e isso tem me torturado ao longo dos dias, lembrar do passado e do medo de estar sozinho dnv me mata por dentro e eu acho que não vou conseguir seguir em frente.
Eu praticamente desisti e acho que já estraguei tudo com ela, pode não ter mais volta e eu não quero dizer isso pra ela porque acho patético eu estar assim por algo do passado e sendo que é com certeza algo não recíproco. Enfim, talvez eu deva desistir pra não piorar as coisas
Enfim, se leu até aqui obrigado, acho que eu precisava falar isso mesmo que tenha saído tudo desconexo, mas ainda não sei oq fazer kkk
submitted by gaofeizinho to desabafos [link] [comments]


2020.11.22 06:16 NAOEXISTOaaa Vontade de ter uma namorada p fazer cafuné e assistir filme junto. uma conversa aq p quem quiser falar algo👍

Como eu queria encontrar uma garota foda e com uns bons papos, na minha cidade tem varias meninas q eu ficaria mas sla, eu tento ser galinha, mas não consigo, fiquei com 3 pessoas na vida, a 1° foi a q eu perdi o bv, ela era linda, muito boa de papo, era o tipo de pessoa perfeita pra mim que sempre penso que estou sendo inconveniente ou chato, eu pedi ela em namoro, ela aceitou e dps terminou cmg em 2 semanas, se eu não tivesse pedido ela em namoro talvez teria transado, não seria mt bom na vdd pra mim pelo menos, mas blz, a 2° foi uma menina q eu via as fotos e era afim a mt tempo, ela tem o meu tamanho, oq dificulta na hr dos beijos e era uma puta gostosa, tinha uma cintura fininha e umas pernas mt gostosas bem grossas, e um belo par de seios, porém, bem santinha, n pegou no meu pau nem nd, eu acho q deveria ter a iniciativa, e provavelmente conseguiria transar com ela, mas msm com td isso ela não me dava tesão pq era uma puta normie, sem assunto nenhum, não me cativava e beijava mal, eu nem ficava de pau duro beijando ela, agora to ficando com uma mina q é ex, de um ex amigo q foi banido, cara ela é linda, beija bem, é normie, não tem mt papo, mas já tem uma minima noção, cara eu namoraria com ela, mas eu fico pensando em como seria na escola, em como seria ter uma responsabilidade e desisto, e tb, eu não sinto tesão nela, isso me dá muita raiva pq seria uma oportunidade de transar, mas cara ela simplesmente não me dá tesão. Comentem ai galera sobre, desculpa se fui muito machista
submitted by NAOEXISTOaaa to desabafos [link] [comments]


2020.11.22 01:51 Monk_Level_1 Onde está o amor

Eu nunca foi de querer poder escolher entre varias mulheres, eu sempre quis encontrar uma em especial, tenho essa mentalidade desde cedo e hj com 22 estou começando a ficar frustrado pq parece que apenas eu quero namorar e as outras pessoas não querem e veem isso como um pecado.
Então onde está o amor? Sempre quando começo a conversar com uma garota eu analiso bem antes de "investir" mais ela, eu sempre fico afim de uma garota que se mostra determinada que trabalham e tem sonhos. Não do tipo homem babaca que fala que mulher tem que lavar e passar, sou do tipo que fala que lavar e passar são habilidades básicas da vida e que ambos tem que fazer.
Mas sempre que falo que penso em futuramente namorar parece que assusta elas, então o que fazer para encontrar um amor? Parece que todos querem apenas coisas casuais mas eu confesso que não quero entrar nesse mundo dos "casuais".
Já pensei em tocar a vida sozinho e quando tivesse uns 27 anos adotar um criança, mas no fundo não quero isso, gostaria de conhecer alguém e começar um família e ser um bobo apaixonado, como faço para ter essas coisas na minha vida?
submitted by Monk_Level_1 to desabafos [link] [comments]


2020.11.17 16:09 miss_pequi Eu não sei o que pensar

Há algum tempo fiz um desabafo aqui sobre ir me encontrar com um cara que conheci na internet.
Eu fui! rsrs
Viajei mais de 15h, deu uma zebra na hospedagem mas no fim consegui um hotel, nós nos encontramos e foi ótimo. Aquela conexão não era só na internet.
Ele é uma cara incrível, embora muitas vezes nem ele perceba isso.
Ficamos 3 dias grudados, e eu juro que há muito tempo na minha vida não sabia o que era se sentir bem e protegida perto de um cara.
Apesar de tudo, antes mesmo de nos encontrarmos a gente já tinha falado sobre relacionamento. E que o que temos não tem obrigação nenhuma de virar nada, que seríamos livres. Afinal moramos longe... essas coisas.
E ao nos despedirmos, quando vim embora, assim ficou combinado.
O que acontece é que ele sempre me questiona comentários feitos por outros caras nos meus posts ou nas inteirações num grupo que participamos. Quero deixar claro que não são comentários explícitos mas denotam interesse em mim.
Da última vez que ele veio questionar um comentário eu fiquei muito chateada, primeiro pq não era flerte. Segundo pq o cara é meu amigo e casado, e ele sabe disso. Terceiro pq eu vejo as garotas flertando com ele no grupo e ele respondendo e eu nunca falei absolutamente nada.
Já deixei bem claro que não tenho interesse em ninguém e que se isso acontecer ele vai ser o primeiro a saber.
E além disso, lá no grupo, todo mundo vê como a gente se trata, de um marcando o outro em posts carinhosos e safados. Da forma carinhosa e até apaixonada que nos tratamos.
Ele já admitiu que sente ciúmes mas eu não tô sabendo lidar com isso. Ainda mais pq ele flerta muito por lá.
Eu não quero de jeito nenhum magoar ninguém, e muito menos ser magoada.
Talvez se ele realmente dissesse o que quer de mim...
submitted by miss_pequi to desabafos [link] [comments]


2020.11.17 04:25 Juoiyer Lembranças pré-pandemia

Acabei conhecendo no início do ano uma garota enquanto pegava o ônibus para faculdade. Admito que ficava torcendo para encontrar ela no ônibus e ir conversando até a faculdade, mesmo sendo por poucos minutos, era os melhores momentos de meu dia (início do ano não estava sendo muito bom, apesar de ter passado em uma boa faculdade). E aí veio a pandemia... Achei que seria apenas alguns meses... E que eu poderia em breve vê aquele sorriso, mesmo que estivessemos usando máscara, eu saberia que ela estaria sorrindo... Acabei não encontrando qualquer conta dela em rede social (o que faz me questionar se eu realmente entendi o nome dela corretamente).
Bom, sinto falta de admirar aquele sorriso e sentir aquela energia boa que ela transmite. Espero um dia te reencontrar e dizer o quão belo é seu sorriso e como ele melhorava meus dias.
Não sei se isso se encaixa como um desabafo, eu considero apenas como mais um de meus pensamentos do dia a dia que gostaria de compartilhar. As vezes pequenas coisas como um simples sorriso mudam a nossa realidade.
submitted by Juoiyer to desabafos [link] [comments]


2020.11.17 00:38 3-5-11-11-2-8-19 Só um dos meus fracassos

Nunca cheguei numa garota, sou covarde demais e minha auto-estima chegou a -15 essas semanas, a meta é -50 até o fim do ano, mas também nunca liguei tanto, quando se trabalha com fogo uma hora queimadura já nem faz cócegas. uma vez tava no facebook, o qual eu ja desisti de usar, e vi mais posts de uma mesma garota, eu conheci ela anos atras quando tinha uns 6 ou 7 anos, eu ia pra escola de van que era do pai dela, então a gente se conheceu, ela é uns 3 anos mais velha, enfim, como qualquer criança que aprendeu a ler e escever, eu baixei o facebook me sentindo o maior adulto do mundo, anos se passaram e vi os posts dela, sempre de anime(naruto em maioria), lol, games e memes em geral, o tipo de pessoa que se encaixa no meu grupo de amizades, então depois de uma conversa sobre garotas com um amigo meu tomei coragem pra ir falar com ela, e meus amigos, que show de horrores, comecei até que bem, sendo engraçado e tals, me apoiando na nostalgia, e depois foi ladeira a baixo, chamei ela de "otakinha" asksksakaska, e depois de betar ela ficou de saco cheio e foi na base do: ah sim, aham, pse, vdd e dentre outros, nem uma frase sequer, encerrei a conversa com um "po, foi legal de encontrar depois de anos, a gente se fala um dia desses" e comtemplei meu fracasso. Depois de um tempo mandei outra mensagem pra ela dizendo "opa, acho que hoje é o "um dia desses" kkkkk" e fui recebido com um belo vacuo, suficiente pra fazer a luz dobrar de velocidade, e mandei meu numero dizendo que ia parar de usar o rostolivro e que se ela quissese entrar em contato comigo era pra mandar mensagem praquele numero, ela nunca mandou kkkkksakasaksisani. Enfim, e isso.
submitted by 3-5-11-11-2-8-19 to desabafos [link] [comments]


2020.11.16 01:36 Wizard_without_magic Me apaixonei por uma puta.

No mês de setembro eu fui para uma "casa noturna" pela primeira vez. Fiquei com uma garota lá... mas minha experiência n tinha sido muito boa. Fiquei com vontade de ir denovo, e fui. Por um acaso nesta 2° vez q eu fui... fiquei com a mesma garota... desta vez tinha sido legal. A 3° vez q eu fui, olharam pra mim e já falaram que iam chamar a aquela garota pra mim... blz até ai. O problema é que eu acabei me apegando a ela. A 4° vez q eu fui, apenas conversei com ela... a 5° vez eu já tinha perdido a conta de quanto já havia gastado lá... e levei uma pedrada ao ver q ela nem meu nome sabia, poxa eu fui lá todas essas vezes, e nem meu nome sabe. Blz... me conformei q era tudo ilusão e decidi não ir mais... Até q ontem ela me chamou no FB. Me disparou um surto de ansiedade pois eu queria muito saber o q ela queria cmg, e ela demorava pacas pra responder, eu estava subindo paredes já... Até q ela perguntou quando q eu iria ver ela dnv lá. Bom então era isso... ela deve ter apenas sentido falta das coisas q eu pagava pra ela...
Porra eu queria saber se ela tem algum recentimento por mim ou é só por as coisas q eu pago mesmo. Por mim eu tirava ela da zona, trazia pra minha cidade e ajudava a encontrar um trabalho "decente"...
Aff aonde q eu fui me meter... agora to nessa de ter q usar o tempo pra esquecer dessa situação.
Eu queria falar esse desabafo antes... porém eu fiz um semelhante e teve alguns comentários tóxicos e sem finalidade. Ent prfv parem com isso.
submitted by Wizard_without_magic to desabafos [link] [comments]


2020.11.14 08:05 3-5-11-11-2-8-19 Carência

Agora, de madrugada, nesse escurinho so com o a luz do celular com o clima fresquinho, so falta alguem, no caso uma garota, malditos hormonios de adolescente que me fazem ter uma necessidade de estar abraçado com alguem só sentindo o calor humano, sempre fui muito solitário então carência faz parte do meu dia-a-dia. O pior é sentir que eu nunca vou encontrar alguem por que sou estranho e me sinto incompatível, como uma panela que nao tivesse tampa, que minha personalidade e manias e aparencia e tudo nunca vao fazer alguem sequer demonstrar algo por mim, nenhuma garota nunca surgeriu interesse em mim, ate pq iria ter? Eu sou feio, desinsteressante e se perder o bv antes dos 30 ja vai ser muito.
submitted by 3-5-11-11-2-8-19 to desabafos [link] [comments]


2020.11.14 01:00 Maeve555 Amor ou obsessão

Antes de me descobrir bissexual, eu passei a conhecer a enteada do meu primo, eu mandei oi pra ela e ela respondeu e mais nada. Depois eu comecei a ver as fotos delas e pensava "ela é tão bonita" , ela postava os desenhos dela e eu curtia todos os posts dela, com o tempo eu não conseguia me controlar , eu queria sempre estar ali conversando com ela puxar um papo, e na minha cabeça eu pensava " talvez eu esteja agindo assim, pq eu quero ser muito amiga dela", a minha mente achava que era uma necessidade de conversar com ela. Eu mandava msg por qualquer coisa só pra estar ali com ela, quando ela postava vídeos falando alguma coisa, eu pensava "então essa é a voz dela, que perfeita", repetia os vídeos dela só pra poder ouvir a voz dela, stalkeava o perfil da mãe só pra ver as fotos dela, e meu coração disparava e eu sentia um calor quando olhava pra as fts dessa garota. Eu fazia de tudo pra encontrar ela na vida real, tanto que chamei ela pra vim na minha festa só pra poder abraçar e beijar a bochecha dela. Eu seguia os passos dela, queria saber detalhes sobre a vida dela, eu comecei a me vestir igual, me parecer com ela, tentei até aprender a desenhar pra poder mostrar, e tudo isso só pra impressionar ela, pra ela pensar "nossa, essa garota tem os mesmos gostos que eu", eu fazia tudo isso pra ela se interessar por mim (porque ela não me dava muita idéia ;-;). Chegou um dia que eu pensei em mandar mensagem elogiando a aparência dela, mas ao mesmo tempo não queria mandar, porque ela nunca me dava idéia então não queria ser trouxa de novo, mas infelizmente eu não resisti e mandei msg pra ela, e por incrível que pareça ela me deu um pouco de bola e eu fiquei super feliz, me senti realizada conversamos e ela acabou confessando que era lésbica e eu sentia meu coração disparar a cada momento que ela respondia, e eu pensava "hmmm lésbica né ? Podia até me dar um beijo" "se eu fosse lésbica pegava ela" "eu poderia tentar fazer ela se atrair por mim" mas ao mesmo tempo eu pensava "não , não posso pensar essas coisas" (lembrando que nesse tempo eu não sabia que era bissexual). Depois, eu finalmente me descobri bissexual, e a partir do momento que me descobri bissexual, já pensei nela primeiro, a primeira pessoa que ia contar, e não só isso, mas também pensei "finalmente posso fazer ela se atrair por mim e ficar comigo" , mas infelizmente isso não aconteceu kkkkkk, mas eu falei que tinha me descoberto, e ela me deu dicas sobre sexualidade e eu falei que não tinha ninguém pra desabafar, e ela disse q eu poderia falar com ela sobre isso a qualquer momento , e quando ela disse isso, eu quase explodi de felicidade, e ela ainda disse que eu era fofa, eu fiquei com um sorrisão no rosto , aaaah pra mim aquele foi melhor dia da minha vida, troquei corações com ela e meu coração ficou muito acelerado, foi o sentimento mais intenso que senti por ela. E então, vocês acham que isso é obsessão ou apaixonite ? Eu vi sites falando sobre obsessão e fiquei na dúvida , pois eu nunca pensei em ter ela só pra mim.
submitted by Maeve555 to desabafos [link] [comments]


2020.11.14 00:31 Maeve555 Amor ou obsessão?

Antes de me descobrir bissexual, eu passei a conhecer a enteada do meu primo, eu mandei oi pra ela e ela respondeu e mais nada. Depois eu comecei a ver as fotos delas e pensava "ela é tão bonita" , ela postava os desenhos dela e eu curtia todos os posts dela, com o tempo eu não conseguia me controlar , eu queria sempre estar ali conversando com ela puxar um papo, e na minha cabeça eu pensava " talvez eu esteja agindo assim, pq eu quero ser muito amiga dela", a minha mente achava que era uma necessidade de conversar com ela. Eu mandava msg por qualquer coisa só pra estar ali com ela, quando ela postava vídeos falando alguma coisa, eu pensava "então essa é a voz dela, que perfeita", repetia os vídeos dela só pra poder ouvir a voz dela, stalkeava o perfil da mãe só pra ver as fotos dela, e meu coração disparava e eu sentia um calor quando olhava pra as fts dessa garota. Eu fazia de tudo pra encontrar ela na vida real, tanto que chamei ela pra vim na minha festa só pra poder abraçar e beijar a bochecha dela. Eu seguia os passos dela, queria saber detalhes sobre a vida dela, eu comecei a me vestir igual, me parecer com ela, tentei até aprender a desenhar pra poder mostrar, e tudo isso só pra impressionar ela, pra ela pensar "nossa, essa garota tem os mesmos gostos que eu", eu fazia tudo isso pra ela se interessar por mim (porque ela não me dava muita idéia ;-;). Chegou um dia que eu pensei em mandar mensagem elogiando a aparência dela, mas ao mesmo tempo não queria mandar, porque ela nunca me dava idéia então não queria ser trouxa de novo, mas infelizmente eu não resisti e mandei msg pra ela, e por incrível que pareça ela me deu um pouco de bola e eu fiquei super feliz, me senti realizada conversamos e ela acabou confessando que era lésbica e eu sentia meu coração disparar a cada momento que ela respondia, e eu pensava "hmmm lésbica né ? Podia até me dar um beijo" "se eu fosse lésbica pegava ela" "eu poderia tentar fazer ela se atrair por mim" mas ao mesmo tempo eu pensava "não , não posso pensar essas coisas" (lembrando que nesse tempo eu não sabia que era bissexual). Depois, eu finalmente me descobri bissexual, e a partir do momento que me descobri bissexual, já pensei nela primeiro, a primeira pessoa que ia contar, e não só isso, mas também pensei "finalmente posso fazer ela se atrair por mim e ficar comigo" , mas infelizmente isso não aconteceu kkkkkk, mas eu falei que tinha me descoberto, e ela me deu dicas sobre sexualidade e eu falei que não tinha ninguém pra desabafar, e ela disse q eu poderia falar com ela sobre isso a qualquer momento , e quando ela disse isso, eu quase explodi de felicidade, e ela ainda disse que eu era fofa, eu fiquei com um sorrisão no rosto , aaaah pra mim aquele foi melhor dia da minha vida, troquei corações com ela e meu coração ficou muito acelerado, foi o sentimento mais intenso que senti por ela. E então, vocês acham que isso é obsessão ou apaixonite ? Eu vi sites falando sobre obsessão e fiquei na dúvida, venho me questionando sobre isso há MT tempo.
submitted by Maeve555 to desabafos [link] [comments]


2020.11.13 20:25 Maeve555 Amor ou obsessão?

Antes de me descobrir bissexual, eu passei a conhecer a enteada do meu primo, eu mandei oi pra ela e ela respondeu e mais nada. Depois eu comecei a ver as fotos delas e pensava "ela é tão bonita" , ela postava os desenhos dela e eu curtia todos os posts dela, com o tempo eu não conseguia me controlar , eu queria sempre estar ali conversando com ela puxar um papo, e na minha cabeça eu pensava " talvez eu esteja agindo assim, pq eu quero ser muito amiga dela", a minha mente achava que era uma necessidade de conversar com ela. Eu mandava msg por qualquer coisa só pra estar ali com ela, quando ela postava vídeos falando alguma coisa, eu pensava "então essa é a voz dela, que perfeita", repetia os vídeos dela só pra poder ouvir a voz dela, stalkeava o perfil da mãe só pra ver as fotos dela, e meu coração disparava e eu sentia um calor quando olhava pra as fts dessa garota. Eu fazia de tudo pra encontrar ela na vida real, tanto que chamei ela pra vim na minha festa só pra poder abraçar e beijar a bochecha dela. Eu seguia os passos dela, queria saber detalhes sobre a vida dela, eu comecei a me vestir igual, me parecer com ela, tentei até aprender a desenhar pra poder mostrar, e tudo isso só pra impressionar ela, pra ela pensar "nossa, essa garota tem os mesmos gostos que eu", eu fazia tudo isso pra ela se interessar por mim (porque ela não me dava muita idéia ;-;). Chegou um dia que eu pensei em mandar mensagem elogiando a aparência dela, mas ao mesmo tempo não queria mandar, porque ela nunca me dava idéia então não queria ser trouxa de novo, mas infelizmente eu não resisti e mandei msg pra ela, e por incrível que pareça ela me deu um pouco de bola e eu fiquei super feliz, me senti realizada conversamos e ela acabou confessando que era lésbica e eu sentia meu coração disparar a cada momento que ela respondia, e eu pensava "hmmm lésbica né ? Podia até me dar um beijo" "se eu fosse lésbica pegava ela" "eu poderia tentar fazer ela se atrair por mim" mas ao mesmo tempo eu pensava "não , não posso pensar essas coisas" (lembrando que nesse tempo eu não sabia que era bissexual). Depois, eu finalmente me descobri bissexual, e a partir do momento que me descobri bissexual, já pensei nela primeiro, a primeira pessoa que ia contar, e não só isso, mas também pensei "finalmente posso fazer ela se atrair por mim e ficar comigo" , mas infelizmente isso não aconteceu kkkkkk, mas eu falei que tinha me descoberto, e ela me deu dicas sobre sexualidade e eu falei que não tinha ninguém pra desabafar, e ela disse q eu poderia falar com ela sobre isso a qualquer momento , e quando ela disse isso, eu quase explodi de felicidade, e ela ainda disse que eu era fofa, eu fiquei com um sorrisão no rosto , aaaah pra mim aquele foi melhor dia da minha vida, troquei corações com ela e meu coração ficou muito acelerado, foi o sentimento mais intenso que senti por ela. E então, vocês acham que isso é obsessão ou apaixonite ? Eu vi sites falando sobre obsessão e fiquei na dúvida. Comentem!
submitted by Maeve555 to arco_iris [link] [comments]


2020.11.12 22:50 Maeve555 Amor ou obsessão?

Antes de me descobrir bissexual, eu passei a conhecer a enteada do meu primo, eu mandei oi pra ela e ela respondeu e mais nada. Depois eu comecei a ver as fotos delas e pensava "ela é tão bonita" , ela postava os desenhos dela e eu curtia todos os posts dela, com o tempo eu não conseguia me controlar , eu queria sempre estar ali conversando com ela puxar um papo, e na minha cabeça eu pensava " talvez eu esteja agindo assim, pq eu quero ser muito amiga dela", a minha mente achava que era uma necessidade de conversar com ela. Eu mandava msg por qualquer coisa só pra estar ali com ela, quando ela postava vídeos falando alguma coisa, eu pensava "então essa é a voz dela, que perfeita", repetia os vídeos dela só pra poder ouvir a voz dela, stalkeava o perfil da mãe só pra ver as fotos dela, e meu coração disparava e eu sentia um calor quando olhava pra as fts dessa garota. Eu fazia de tudo pra encontrar ela na vida real, tanto que chamei ela pra vim na minha festa só pra poder abraçar e beijar a bochecha dela. Eu seguia os passos dela, queria saber detalhes sobre a vida dela, eu comecei a me vestir igual, me parecer com ela, tentei até aprender a desenhar pra poder mostrar, e tudo isso só pra impressionar ela, pra ela pensar "nossa, essa garota tem os mesmos gostos que eu", eu fazia tudo isso pra ela se interessar por mim (porque ela não me dava muita idéia ;-;). Chegou um dia que eu pensei em mandar mensagem elogiando a aparência dela, mas ao mesmo tempo não queria mandar, porque ela nunca me dava idéia então não queria ser trouxa de novo, mas infelizmente eu não resisti e mandei msg pra ela, e por incrível que pareça ela me deu um pouco de bola e eu fiquei super feliz, me senti realizada conversamos e ela acabou confessando que era lésbica e eu sentia meu coração disparar a cada momento que ela respondia, e eu pensava "hmmm lésbica né ? Podia até me dar um beijo" "se eu fosse lésbica pegava ela" "eu poderia tentar fazer ela se atrair por mim" mas ao mesmo tempo eu pensava "não , não posso pensar essas coisas" (lembrando que nesse tempo eu não sabia que era bissexual). Depois, eu finalmente me descobri bissexual, e a partir do momento que me descobri bissexual, já pensei nela primeiro, a primeira pessoa que ia contar, e não só isso, mas também pensei "finalmente posso fazer ela se atrair por mim e ficar comigo" , mas infelizmente isso não aconteceu kkkkkk, mas eu falei que tinha me descoberto, e ela me deu dicas sobre sexualidade e eu falei que não tinha ninguém pra desabafar, e ela disse q eu poderia falar com ela sobre isso a qualquer momento , e quando ela disse isso, eu quase explodi de felicidade, e ela ainda disse que eu era fofa, eu fiquei com um sorrisão no rosto , aaaah pra mim aquele foi melhor dia da minha vida, troquei corações com ela e meu coração ficou muito acelerado, foi o sentimento mais intenso que senti por ela. E então, vocês acham que isso é obsessão ou apaixonite ? Eu vi sites falando sobre obsessão e fiquei na dúvida.
submitted by Maeve555 to arco_iris [link] [comments]


2020.11.12 06:34 C4l0psita Eu quero mandar duas pessoas a merda no meu grupo

eu tava com muita preguiça de escrever aqui mas agora que eu quase estourei em call com um amigo eu resolvi escrever.
Basicamente eu tenho um grupo de amigos no discord, eu conheço eles faz 4 anos e a gente é muito unido, lá todo mundo gosta de todo mundo e era um refugiu pra quem não gostava da vida real, então quando alguém do nosso grupo sofria bullying, ele podia ir la pra esquecer dos problemas, a gente sempre foi de boa até o começo do ano, uma garota pediu meu discord, ela jogava rpg e eu também e a gente começou a conversar, por acaso ela foi pro mesmo colégio que eu, a gente foi pro ensino médio junto, foi a primeira vez que eu estudei de manhã e ela também, a gente saía todo dia no recreio e ficava junto jogando truco com o meu grupo de amigos já que ela mais uma guria que gostava de anime e video-game (Nota: ela era de uma turma diferente da minha. Nota2: os meus amigos do colégio não são os mesmos do discord), tava indo tudo bem, eu era o mestre de uma campanha de rpg, ela já sabia disso, a gente passava muito tempo em call no discord desde que a quarentena começou, uma hora o meu grupo do discord iria descobrir que eu tava falando com outra pessoa já que eu passava muito tempo fora da call no grupo lá, basicamente eu cometi o que eu considero o maior erro da minha vida, eu adicionei ela na call pra ver uma campanha de rpg, só que meus amigos conseguiram o contato dela (meus amigos são de boa e eles moram em outros lugares do brasil, a menina é a unica que mora na mesma cidade que eu), eu adicionei ela no grupo do rpg meu e depois no grupo principal nosso que só cabe 10 pessoas, ela se enturmou lá mas ai que tá, tava pintando um clima entre nós, era um quase semi-mini-web-namoro, ou seja, não era nada oficial a gente nunca se beijou mas a gente não se considerava amigo e fazia umas indiretas sobre gostar um do outro, mas a gente tem uma personalidade que faz querer não confessar primeiro, então era um jogo mental pra ver quem se declara (tipo Kaguya-sama), bom, um dos meus amigos depois de um tempo começou a falar com ela, eu havia conversado com ela sobre ela não falar sobre a nossa relação para os meus amigos já que eu descobri que ela contou sobre eu dar boa noite pra ela e tals, depois disso o meu certo "amigo" conversou comigo sobre minha atitude com ela (eu sou uma pessoa difícil mas é de brincadeira, eu realmente levo o sentimento dela a sério), eu respondi que eu tava ciente disso, só que ele começou a se meter demais na nossa relação, eu conversei com ela sobre isso e ela concordou em parar de falar sobre isso com ele, mas tinha uma coisa, a gente postava imagem adultas no grupo, fazia comentarios de humor negro por que ninguém se descriminava, mas ela tava lá e eu não queria que ela visse essas coisas adultas e tals, por mais que ela não ache um problema eu acho e conversei com ela sobre isso, "fica dificil eu cuidar pra não te mandar meme com algo pornográfico e depois saber que meus amigos te mandam muito meme porno no teu privado", ela concordou comigo e eu falei pro pessoal pra evitar fazer isso, depois dela sair do grupo pra entrar outra pessoa no lugar, eu queria que se mantesse assim mas só não dava, eles adicionavam ela e eu não podia fazer mais nada por que eles ja haviam virado amigos dela, muito tempo depois e algumas conversas com ela, ela não tava mais no grupo, mas as pessoas conversavam ainda com ela no privado, o que era um pouco de problema por que depois de muito tempo eu descobri que o meu "amigo" falou pra ela me largar umas 2 vezes (não para me dar um chifre mas só por ser metido) eu mandei ele ir a merda e disse "não fode", eu fiz uma regra com o pessoal pra me avisar toda vez que ela fosse entrar no grupo pra eu cuidar se pode ou não (eu pedi isso, e pela nossa amizade e respeito por mim eles entenderam e aceitaram), só que uma pessoa não fez isso, que foi esse "amigo" e ele falou "mas agora eu tenho que beijar teu pé e pedir por favor pra adicionar ela?" e eu respondi "não, mas me avisar pelo minimo de amizade que a gente tem e pela minha situação", ele retrucou e eu perguntei se ele realmente queria conversar, por que se ele aceitasse eu ia mandar a real das merdas que ele tava fazendo faz um bom tempo, basicamente ele aceitou e eu perguntei qual era o lugar dele nessa história já que ele não fazia parte não era para estar se metendo, mas ele só tentou desviar e nunca respondia como um verdadeiro covarde, eu tava em call com dois dos meus melhores amigos em um outro grupo e os dois estavam vendo, por mais que não pareça eu analisei e conversei com eles pra ver se eu tava fazendo alguma coisa errada, mas não, tudo que deu de merda foi por culpa desse meu "amigo", só que ninguém ficou realmente do meu lado, eles chegaram a responder quando eu falava algo como "fulano você não concorda com isso?" mas ninguém ligou pra isso, o meu amigo basicamente tinha um ideal fudido de querer ajudar quem ele quiser e fodase, eu tava full putasso mas eu não podia xingar ele do nada sem ter motivo, então eu mantive a calma por que ele tava me contando que a guria que chamava ele pedindo conselho e não ele, então eu, ele e ela entramos em uma call e conversamos sobre isso, essa guria é muito minha amiga, e eu e ela queremos realmente ficar juntos, ela tava do meu lado, ela sabe que eu sofri, mas ela também não fez nada, eu tava literalmente sozinho, todo mundo concordava mas ninguém me apoiava, eu ainda to nesse caos todo e não sei o que fazer, o único cenário que me faria feliz é todo mundo parando de falar com esse "amigo" e todo mundo menos eu parando e falar com a menina, só que é tudo impossível já que é eu que quero isso e ninguém se importa com isso, eu conversei com dos meus melhores amigos agora, e ele disse que taria aqui por mim mas ele não tem ideias boas, eu ja tentei conversar com ela e ela me entende só que só não tem como chegar em uma conclusão, a mais plausível é eu me acostumar com a dor de quando eu querer fugir da minha vida real eu correr pro meu refugio, só que ele ja tava arruinado ja que antes eu queria só encontrar meus amigos mas a mina tava lá (agora não ta mais) e atualmente tem o meu "amigo" lá o que não me da vontade nem um pouco de entrar em call. Eu e a menina temos aula online, e ficamos em call juntos com a webcam ligada (por que a escola obriga) e a gente fica ainda sorrindo um para o outro, é legal isso mas eu não posso ainda me esquecer do todo o caos na minha volta, as vezes eu fico puto com ela e as vezes eu to calmo, mas eu não posso nem mandar ela ir a merda já que ela vai querer me perguntar o porquê disso e só seria mais dor de cabeça, eu só to pronto pra explodir e xingar todo mundo. eu já pensei em trocar de grupo mas eu prometi pra ela que não ia abandonar ela sem motivo, mas eu ainda sim só queria recomeçar e torcer pra não fazer essa cagada mais uma vez :/
submitted by C4l0psita to desabafos [link] [comments]


2020.11.11 23:14 No-Importance6393 Em busca de uma mulher liberal hotwife.

A busca mais difícil que existe é a busca por uma mulher liberal, que curta ser hotwife, transar com quantos caras ela quiser e que o namorado goste, aceite e ajude. Por mais que existam aplicativos pra putaria a presença de mulher já é baixa. Pra piorar as mulheres pesquisam pouco sobre fetiches assim, e menos ainda tem coragem de colocar em prática por medo se serem julgadas. Só queria encontrar uma garota legal que gostasse de sentar em outros paus sem ficar noiada, e me deixasse organizar a putaria pra ela. Quem sabe um dia...
submitted by No-Importance6393 to sexualidade [link] [comments]


2020.11.09 00:00 hrrra Perdi meu melhor amigo, pq eu gostava dele (sim, daquele outro jeito).

Isso não aconteceu agr, na vdd já tem alguns meses. Bom, é basicamente oq o título diz.
Então, pra dar a vcs mais informações, devo dizer que ambos somos garotos (é, parece q os meus sentimentos, resolveram brincar cmg).
Eu n sei o motivo de estar dizendo isso aq, assim como n sei o motivo de eu ter decido contar isso a ele.
Nós não nos conhecíamos a tanto tempo, na vdd, nossa amizade durou menos que 1 ano. Mas, a forma que ela aconteceu, o forma que ela era. Pra mim, era como se eu o conhecesse há pelo menos, alguns anos.
Eu nunca tive alguma amizade como aquela. Vcs acreditam que eu comecei a desejar que a hora passasse rápido, pra chegar no outro dia e ir PRA ESCOLA (!!?) encontrar ele?... Kssksk Sinceramente, isso ainda é engraçado pra mim. Acho que quando eu percebi isso, foi quando eu comecei a achar q eu sentia algo diferente, algo além de uma amizade. Teve até algumas vezes que eu me ARREPIAVA quando ele se aproximava muito de mim. Eu nunca tinha sentido algo parecido com que eu sentia por ele. Na vdd, nem sei se eu realmente gostava dele de um jeito, sla, romântico, ou era apenas um grande amigo. Kkk talvez tenha sido a primeira vez pros dois.
Mas, enfim. Não quero entrar muito em detalhes pra não prolongar tanto. Então, vamos mais pra próximo do fim disso. Bom, como eu disse no início, eu n sei bem ao certo pq resolvi contar a ele, não era como se eu n soubesse que ele era hétero, na vdd isso era óbvio (a gente teve até umas conversas sobre garotas, tipo conversa de garoto msm, falando sobre a beleza das meninas, etc). Isso n importa, talvez tenha sido isso, mais outros motivos, enfim...
Então, dps que contei a ele, ele simplesmente me deixou de lado. Eu tentei muito ter uma conversa com isso, mas ele recusava. Ele passou até a evitar passar perto de mim, lá na escola. Lembro até de um olhar, tipo de "desprezo".
Eu fiquei mal por meses, ainda sinto falta da nossa amizade, felizmente, acho q é mais dela doq dele. Ter uma amizade como aquela era muito bom!... Felizmente tbm, n sinto raiva dele. Na vdd, tenho que agradecer por ter tido aquela amizade com ele...
...
É, ainda n sei pq escrevi isso... Acho que só queria contar pra alguém. De qualquer forma, obg por terem lido. Boa noite! :D
submitted by hrrra to desabafos [link] [comments]


2020.11.08 15:15 Jack_OLantern-715 Onde estão os mods?

Olá Renan ou os moderadores que estão vendo isso, queria postar isso no subreddit ao invés de falar diretamente com os mods para deixar todos cientes. Ultimamente ando vendo muitos memes ofensivos de certa forma, seja com um "humor" zoando mulher ou até lgbt. O que me incomoda de fato é que esses "memes" pegam muitos upvotes, além de usar eles apenas para mascarar o machismo ou homofobia, é bem tchola você dizer que as garotas preferem os Zé droguinhas, ou que elas só ficam com cara lixo (isso é muito incel cara, por isso que ninguém fica contigo), sobre a homofobia, não estou chamando ninguém de homofóbico, mas os memes são um pouco ofensivos e gostaria que a moderação desse uma olhada nisso. Outro ponto que gostaria de tocar e os "memes" que só pedem por upvote, primeiramente nem é meme, e segundamente é extremamente chato você entrar no subreddit para se divertir e rir e só encontrar essas pessoas postando coisa pedindo por upvote. Era isso o que gostaria de falar, gosto muito do canal do Renan e queria que a comunidade fosse melhor e o subreddit também, amo vocês e obrigado pela atenção!
submitted by Jack_OLantern-715 to HUEstation [link] [comments]


2020.11.08 11:03 Sarvioor Meu pai não apoia meu namoro

Eu comecei a conversar com uma menina no final de agosto, a gente se deu muito bem, a gente conversava de tudo, com a intimidade subindo a cada dia, até que a gente começou a trocar nuds. Eu tava feliz por conhecer uma pessoa legal e que me entendesse. Meu pai ele tem uma mania ou algo do tipo que quando ele ta puto ele desconta a raiva nos outros, na maioria das vezes é eu ou meu irmão, então ele ficou puto por alguma coisa e veio falando que eu não saio do quarto, só vivo no celular (eu não tinha nem falado com ele esse dia, e eu sou o tipo de filho que se falar pra eu fazer alguma coisa na calma eu faço de boa, sem reclamar, só fico puto quando vem gritar no meu ouvido por nada). A gente começou a brigar e ele pegou meu celular, foi ver minhas conversas no WhatsApp, oq eu acho uma completa falta de respeito e que não confia em mim, eu não faço nada de errado e só fico na minha, ele acha que eu fumo ou coisa do tipo, se vc me olhar agr a primeira coisa que vai vir é um otaku nerd mano. Ele pegou meu celular começou a ver minhas conversas até que ele encontrou o contato da garota, ele começou a ler as conversas até que viu o nude dela, ele me devolveu o celular completamente sem reação. Dps de uma semana eu fui me encontrar com ela pela primeira vez, eu tava feliz e nervoso, numca tinha feito algo assim, a gente deu muito certo, não paravamos de rir e de conversar, o nosso beijo foi muito bom (ela me falou das únicas vezes que ficou alguém, nenhum deles a tratou como eu tratei ela, ela diz que nunca se sentiu um "objeto" cmg, e que quando ela ta mal eu faço ela ficar melhor fazendo piadas e essas coisas. Como eu disse a melhor garota pra mimkkkkkk). A gente começou a se encontra mais até que mês passado eu pedi ela em namoro, eu nunca fiquei tão feliz, até a hora que eu falei pro meu pai que eu pedi ela em namoro (meu pai é daqueles velhos que acham que a mulher tem que ficar na casa cuidando dos filhos e essas coisas, machista do século passado crente sabe), falei pra ele e ele não falou nada, fiquei de boa neh fazer oq, até que eu sai com ela um dia e meu pai surtou, me ligou perguntando aonde eu tava, oq eu tava fazendo, falei que eu tava com a minha namorada em uma praça, ele falou que era mentira e que eu não tava fazendo isso, falou pra eu voltar pra casa (minha namorada ouvindo tudo), ele desligou me dando 30 minutos fora de casa, foram os 30 minutos mais sufocantes da minha vida, eu ver a pessoa que eu amo chorando horrores com medo de me perder, falando que tem medo de não poder me ver mais, eu quase chorei, mas tentei acalmar ela falando que tava tudo bem, que era draminha do meu pai. Eu voltei pra casa E O MERDA DO MEU PAI ME RECEBEU COM A PORRA DE UM SORRISO NA CARA, eu fiquei muito puto, mas fiquei quieto, fui me trancar no quarto como de costume até que ele me chama perguntando se os pais dela não se preocupam com ela, falei que eu tinha "trocado" de praça pq a que eu tava antes tava cheia de noia e ela tava com medo, meu pai não falou mais nada e eu comecei a falar um monte do quanto ele não confia em mim, que ele acha que eu sou uma vagabundo (oq é verdadekkkkkk), ele ficou calado. Eu sai com ela dnv só que meu pai não estava me casa ele tinha ido trabalhar, é tão bom sair e não se sentir sufocado ou sla, voltar no horário que vc falou que ia voltar e tudo mais, minha mãe é de boa com ela, até me zoa com umas coisas de namorados, meu pai deu uma acalmada, eu não falo muito com ele mais, ele me zoa tbm mas eu acho que é pra desfaça ou algo do tipo. Talvez vc não tenha entendido nada pq minha escrita é uma merda mas ta ai, vou fazer outro poust falando sobre umas coisas que assombram o passado da minha namorada que me assombra tbm.
submitted by Sarvioor to desabafos [link] [comments]


2020.11.08 03:15 Vyktu Esse drink...

qualquer um na minha situação diria que a vida é uma merda ou não sla mas eu n acho bem isso, pera... deixa eu começar no inicio. com 4 anos eu cheguei em um condominio, a qualidade não é la das boas, diria que é mediano, então, logo quando cheguei eu ja tinha conhecido dezenas de pessoas e.. aquilo tudo tava sendo especial e tlz, então lá se formou meu grupo de amigos eram muitos, mas era perfeito, era muito divertido, eu ficava quase 15 hrs seguidas brincando só ia pra casa p comer e dormir vamos dizer que eu era um copo, e tava transbordando de um drink, que levava muita alegria e diversão, pra falar a verdade não posso falar que era tudo perfeito, mas era muito bom então.. continuando esse drink era consumido dia após dia, o pior que era verdade a cada ano parecia que tudo ia ficando menos alegre e divertido mas ainda era, até que chegou o fim do copo, acho que... só sobrou algumas gotas e.. eu não sei o que fazer, não tenho algo que me divirta, e não sinto muita alegria em coisas que sentia antes, vamos dizer que... embora eu procure coisas para me alegrar eu não acho, raramente acho mas ... as gotas estão sendo consumidas e.. está tudo ficando sem sentido sem graça, pessoas que eu conheço parecem idiotas, não me encaixo na conversa das pessoas em minha idade, eu me sinto cada vez mais estranho e... como todo garoto ou garota sempre tem seu primeiro amor eu tb tive e foi um desastre não quero entrar em detalhes mas... foi trágico, ela derrubou o meu copo por sorte consegui levanta-lo a tempo, esquece-la e cuidar do resto que sobrou, claro agora só sobram gotas e eu não sei o que fazer quando acabar, será que eu vou encontrar uma coisa que eu goste de fazer e então dedicar minha vida a ela e então ganhar refil desse drink ou... eu vou encontrar outra pessoa que compartilhe desse drink comigo? eu realmente não sei do que vou atras, só sei que... eu não sinto muita alegria mais, só sinto falta do meu passado, era perfeito pra mim e desculpa ai, acabei me empolgando e desculpa pela metafora meio boba tbm, tchau e uma boa noite
submitted by Vyktu to desabafos [link] [comments]


2020.11.03 03:18 inmaskin Eu perco o interesse fácil

Uns dias atrás, eu e minha mãe estávamos conversando sobre a minha irmã e como ela é iludida facilmente por homens. Até hoje que eu saiba, todos os caras com quem ela se envolveu, acabou machucando ela de alguma forma, e esse era o assunto. Aí minha mãe falou que isso é coisa da vida e que as pessoas te iludem e a gente tem que se acostumar com isso. E foi nesse ponto que algo me tocou.
Quando ela falou isso, eu me dei conta que eu fui esse tipo de cara, que brinca com os sentimentos das pessoas, com duas garotas que eu conheci no Tinder com quem eu me envolvi recentemente. Há um tempo atrás, eu vi um post aqui de alguém desabafando falando de sua raiva por pessoas que iludem as outras, as vezes usando até seus problemas como desculpa pra isso, e eu lembro que quando li isso, parecia que era pra mim.
A primeira delas era tipo, uma pessoa incrível, foi a menina mais especial que eu conheci no Tinder (o que eu não imaginava encontrar lá). A gente saiu e foi bem daora, ela era bem tímida e eu que tive meio que controlar a situação kkk, mesmo não sendo bom nisso, e isso me encantava nela. A gente marcaria de sair de novo, porém ela morava um pouco longe de mim e a rotina dela era bem fechada, ela fazia uns cursos e não sobrava muito tempo, mas não era nada que não seria fácil de lidar. Por conta disso com o tempo eu simplesmente me afastei e não respondi ela no Wpp, sem dar motivo eu só sumi, e isso foi há um pouco mais de um ano. Eu sinto que eu perdi uma chance de poder ter alho com uma das melhores pessoas que eu conheci.
A segunda, era super bem humorada, uns três anos mais nova que eu, mas já era até madura pra idade dela. Eu conheci ela na época que eu ainda conversava com a primeira, e conhecer ela também foi um motivo pra eu deixar de falar com a primeira. A gente saiu e conhecer ela pessoalmente foi bem melhor que nas redes sociais. Depois desse encontro, a gente ainda conversou bastante e até tentamos nos encontrar de novo, mas nunca dava, nossa disponibilidade nunca era compatível, o que me desanimou bastante. E depois da pandemia nossa relação só foi decaindo, até chegar um ponto que esses dias eu não respondi a última mensagem dela, sumi e virei só mais uma visualização no status do Whatsapp.
Eu não me sinto nem um pouco bem com isso, muito pelo contrário, e eu sei que pra mim mesmo eu uso meus problemas comigo mesmo pra justificar meu sumiço, e eu sei e consigo ver claramente que eu sou o problema, que minha falta de interesse repentina e falta de empatia é que causa isso. Vendo como minha irmã está se sentindo ultimamente por conta de outro cara, fez eu me perguntar como essas duas garotas estão se sentindo ou como elas se sentiram por minha causa. Eu até tentei por algum tempo nem pensar nisso, mas eu só tava tentando esconder o fato de eu poder ter cagado na vida e no psicológico de alguém por conta das merdas que eu sinto, mas que ainda são problemas meus.
Pedir desculpas não adianta, como eu vi nesse posto que eu citei, e nada que eu fale ou que eu faça vai mudar o fato de eu ser um merda que sai da vida de pessoas achando que vai ficar tudo bem, sendo que não vai. Hoje eu percebo isso e em muitos dias eu me odeio só de pensar que talvez (eu espero que não) eu tenha feito pessoas que nem tem a ver com o que se passa comigo, sofrerem. Independente do que eu fale com elas ou comigo mesmo, nada vai mudar, pelo menos não mais.
Hoje eu sinto como se eu não merecesse alguém, e eu tenho medo de voltar a fazer o mesmo. Eu comecei a me envolver com outra garota, e eu gosto dela, mas por uns motivos, já tem uns dias que a gente não se fala, e eu começo a pensar que eu tô voltando a fazer o mesmo, então o pensamento de que eu deva ficar sozinho começa a me perturbar. Enfim, as vezes é difícil dormir comigo mesmo.
Eu não sou nenhuma vítima e nem quero ser egocêntrico demais, então qualquer crítica ou xingamento, vai ser normal pra mim, eu mesmo já faço isso sempre. Eu só precisava falar isso pq tá me sufocando cada dia mais.
submitted by inmaskin to desabafos [link] [comments]


2020.11.02 12:40 JaaumGAP De vez em quando eu sonho que sou adotado

É estranho, para não falar absurdo, começa eu e os meus amigos, estamos num refeitório de uma prisão, somos uma visita lá ou um grupo especial, a nossa mesa que nos sentamos é afastada das mesas dos prisioneiros.
Em uma das mesas senta uma senhora junto com um prisioneiro, ela começa a olhar pra mim e disfarçar, eu percebo tal ação e deixo quieto, enquanto isso eu e meus amigos estávamos planejando entrar numa área restrita se não me engano uma cela , nessa cela tem um painel de fusível e discutimos como seria fácil de escapar desligando a energia, nisso o alarme toca acabou o intervalo, os guardas vão recolher os prisioneiros e estamos em um lugar restrito, ficamos nervosos, e chega essa senhora da outra mesa e nos tria de lá em um bom grado.
Discretamente ela pede para mim encontrar ela na cozinha.
Chega a noite meus amigos e outras pessoas estão numa praia, eu saio de fininho e vou para a cozinha, quando chego lá, tinha um corpo, (não sei de quem é) e do lado a senhora coberta de sangue, ela me esconde debaixo dos armários pois escutou alguém chegando, uma garota que saiu da praia, ela entra na cozinha pega uma bebida e sai.
Quando ela saiu fiquei desesperado com o corpo e a então assassina, (que é uma cuidadora da prisão, talvez o corpo seja do cara que ela tava cuidando mais cedo.)
Ela confesa outros crimes e alega ser bem discreta, nisso a garota volta pra cozinha novamente nos escondidos debaixo do armário, a garota foi embora.
Mas apesar de ser uma assassina, ela confesa ser minha mãe, nisso eu tive um dela vu, sabia que já tinha acontecido isso (no caso o sonho inteiro, mas não notei que era um sonho).
Ela fala para eu ir para a casa dela, no dia seguinte vai eu minha mãe (de verdade) e minha priminha para lá, minha mae nao parece nem um pouco surpresa com a situação toda, chegamos lá, era uma casa muito simples, entramos, acredito que o almoço já tinha sido servido, então ficamos do lado de fora conversando, ela alega que era minha mae, e não pode cuidar de mim e me deixou com a tia ( nome da minha mãe ), eu como já tinha lembrando que tudo isso aconteceu uma outra vez (em um outro sonho) começo a fazer perguntas mais e mais difíceis sobre essa então árvore genealógica, e comecei perguntando, ela é tia ? Então sua irmã ou irmã do meu pai (quando eu falei pai ai estava referindo ao meu pai mesmo, pensando que os dois formaram um casal falso para cuidar de mim)? Ela responde de uma forma vaga dizendo que todo mundo a chamava de tia independente de parentesco, nisso minha priminha entrou no carro e soltou o freio de mão, corremos e conseguimos salvá-la demos uma leve bronca nela.
Entao após esse susto, a senhora que alegara ser minha mae fala para entrarmos e tomarmos cafe, entramos, enquanto o café era coado, minha mae, comeca a tentar me convencer do que estava acontecendo era verdade, que eu nao era o filho dela, numa tentativa de fugir desse diálogo, (dessa vez foi uma das coisas que mudou comparado a outra vez que tive esse sonho), pego o meu celular e abro o reddit vejo um vídeo de um grupo mascarado que brigou com um garoto ao ponto de quase mata-lo até que chegou os amigos dele e ele foi salvo, nisso o grupo mascarado fugiu, depois o vídeo corta para o garoto tendo se recuperado e ainda mais forte, voltado ao local onde ele quase morreu.
Ao terminar de ver o vídeo o café está servido, continuamos conversando sobre minha família real, começo a questionar, principalmente as características que tenho de verdade que liga para minha família, meus gostos aparência principalmente etc, para tentar desmentir essa história, mas tanto a senhora tanto minha mae nao deixam de falar que eu sou adotado, e nisso começo a pensar em todos os meus familiares, e penso que todo esse tempo, eu posso não ter relação alguma com eles, as pessoas que eu mais amo, no fim, não devem significar nada, e que as pessoas da qual eu deveria me importar eu totalmente desconheço.
Voltando ao assunto da minha adoção, fui entregue para minha mae e o meu pai pelo fato deles terem uma condição melhor do que o "meu pai e mãe biologicos" além da vida sanguinária que minha "mãe biologica" tem na prisão, as duas mães são amigas de infância aparentemente, e nisso começo a falar do meu irmao, qual minha relação com ele e como ele se encaixa nisso tudo, no caso a minha família adotiva teve um filho e é isso, ou seja na minha família eu era o único de fora.
E começo a questionar mais ainda, se essa família era uma armação para eu crescer, para que o divórcio, minha mae responde fazendo uma analogia ao homem de ferro (o filme), algo do tipo, não queremos ter um buraco no peito mas quando temos, temos que por um reator arc no lugar (?!) Não lembro ao certo oque ela disse mas no sonho fazia muito sentido.
Então entra um senhor pela porta, ele me vê e fica meio tímido, então fomos para a garagem, ele começa a conversar com a senhora, cochichando, nisso ele me chama, e alega ser o meu pai, ele começa a contar um pouco da história dele, como ele conheceu a senhora (que era então minha mae) e porque ele não ficou comigo, ele começou a falar envolvendo computadores, ele começa a falar de uma extensão de uma placa mãe pela conexão "x-com" na hora com tanta informação técnica sobre a área, começo a me sentir relacionado, so que no momento começo a me sentir meio zonzo, e lembro do outro sonho, merda, elas me enveneraram, foi oque eu pensei na hora fui tombando para a cozinha questioná-las, ("minha duas mães ") elas colocaram calmante no café, tento resistir, mas enfim desmaio.
Acordo numa praia, (a mesma mais do começo da história) e comeco a andar, indo para o cursinho, no caminho passei pela praça onde vi o garoto ter sido espancado no celular, achei estranho (incrivelmente o resto não kk), enfim cheguei ao prédio, parece ter tido uma reforma geral, viro uma escola com um hotel, algo bem luxuoso, e fui fazer o check-in pego o quarto vou tomar um banho, saio e vou confirmar com a atendente os horários de aula, enquanto isso estou falando no WhatsApp com meu amigo sobre oque tinha acontecido, ele não da muita bola assim como eu, e fala que é normal meio que a vida que segue.
Nisso volta a atendente e me fala os horários, aulas começariam dps das 11 da manhã (ou seja nao precisaria acordar cedo) e de madrugada tambem (ou seja poderia fica acordado até tarde sem preocupações ) dei uma leve comemoração com os horários.
Ao meu lado na recepção tem um casal, se beijando e querem alugar um quarto, (pensei claro que a escola vai dar um quarto individual para eles) para minha surpresa receberam um quarto duplo com um plano "rock 'n' roll" (imagino oque seja), nisso percebo que meu cabelo não está preso, (essa foi a outra mudança, da outra vez que eu tive esse sonho não tinha esse corte de cabelo ainda )
E decido ir assim mesmo para a praia fico me questionando tudo oque aconteceu, com toda essa insanidade de acontecimentos, da prisão para praia para uma cozinha com um corpo com uma descoberta de adoção para uma praia para o cursinho luxuoso para praia, eu notei que a história inteira tava se repetindo, e comecei a questionar minha sanidade, será que essa é a segunda vez que aconteceu porque eu esqueci da primeira e tão querendo me relembrar, mas com cuidado para eu nao ter um surto ?
Com todos esses questionamentos, e sem nenhuma resposta acordo.
Escrevendo esse texto fiquei notando as coisas similares que tenho com esse casal de senhores que alegam ser meus pais, a timidez e conhecimento da área de informática pelo pai foi bem claro para mim, já da mãe, o fato dela ser uma cuidadora assassina é muito contraditório, mas pensando pelo como ela apresenta e oque ela disse quando encontrei o corpo, Talvez eu apresente ser uma pessoa do bem, mas discretamente sou uma pessoa horrível? Acredito que a prisão no começo do sonho seja uma analogia a escola que eu estudo, me sinto preso lá. E acho tambem que o grande plot desse sonho seja vindo de um precentimento que eu já tive por um bom tempo de eu ser adotado, por eu nao me encaixar na família.
Acho que deixei alguns detalhes de fora, não consigui lembrar de tudo oque aconteceu. Esses foram os mais chamativos. Sobre eu notar que tinha algo de estranho me leva a crer que se eu tiver esse sonho denovo talvez eu consiga notar que seja um sonho dentro do sonho, uma vez eu consegui fazer isso e tive um sonho lúcido assim que eu notei.
Bom acho que é isso, obrigado caso tenha lido até aqui, queria escrever esse sonho para não esquecer mesmo com a maior capacidade de detalhes possível, e aproveitei para postar aqui para ouvir alguma coisa sobre o mesmo, novamente obrigado !
submitted by JaaumGAP to desabafos [link] [comments]